We ❤ Teach

Amamos o que fazemos!

Dicas LPI - Gerenciamento básico: cd, ls, file, cp e mv

Dicas LPI - Gerenciamento básico: cd, ls, file, cp e mv
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Aprenda com as dicas para a LPI. Hoje trabalhamos os comandos do Tópico 103.3 da LPIC-1, com os comandos cd, ls, file, cp e mv do Linux. Confira!

  • INTRODUÇÃO

Este tópico abordará comandos básicos para o dia-a-dia do SysAdmin. Os comandos aqui citados irão modificar algumas coisas no diretório de arquivo. Você aprenderá a criar diretório, mover, copiar, deletar, listar, enfim... Um básico canivete suíço.

 

  • COMANDOS QUE SERÃO ABORDADOS

CD, LS, FILE, CP, MV

 

  • COMANDO: CD

O CD é utilizado para mudar de diretório. Sem parâmetro ele entra em um diretório.

cd Documentos/

PARÂMETROS:
..: O .. é utilizado para sair do diretório atual, voltando um nível. Porém, com ele é possível voltar quantos níveis forem necessários.

 ~: Entra para o diretório home do usuário atual. Como assim? Vamos supor que você tenha entrado no diretório do exemplo anterior e queira voltar para sua home para executar um script, por exemplo. Ao invés de digitar tantos caracteres, basta usar este parâmetro e pronto, sua vida estará resolvida.

cd ~

 

  • COMANDO: LS

O LS serve para listar diretórios, arquivos, etc. É aquele comando diário do SysAdmin. Sem parâmetro sua listagem simples, sem muita informação. A quantidade de parâmetros é imensa! Recomendo que pratique todos os parâmetros. Os parâmetros são compostos por file globbing ou caracteres coringas. Mas porque estou falando sobre isso agora? Bom, quando formos estudar expressão regular, você perceberá os mesmos caracteres. Então saiba que file globbing é diferente de expressão regular. Ah! Os parâmetros podem ser combinados, OK? Um exemplo disso será dado ao utilizar o parâmetro -h.

ls

PARÂMETROS:
-l: lista de forma vertical o arquivos que estão dentro do diretório. Além disso, exibe informações de tipo de permissão dos usuários, usuários e grupos que são os donos do diretório ou arquivo, tamanho do diretório, data, dia e hora da criação e, se for alterado, a data da última alteração. Percebam que, caso você faça uma alteração em um arquivo dentro diretório Documentos, localizado na home do usuário ao listar o diretório home a data apresentada será a da alteração do arquivo.

ls -l

-a: Lista arquivos ocultos do diretório.

ls -a

-R: Lista recursivamente os arquivos dentro do diretório. Ou seja: Não será necessário entrar dentro de Documentos e listar o que tem dentro dele.

ls -R

-h: Exibe a coluna de tamanho do diretório em uma forma mais “humana”.

ls -lh

*: Exibe todos os arquivos correspondentes com os caracteres inicialmente digitados.

ls aula*

?: Substitui um caractere e exibe o resultado. Uma observação importante: Se o arquivo tiver com extensão este deverá ser informado.

ls -l aula0?
ls -l aula0?.txt

[]: Utilizado para criar um range com o caractere específico que você quer exibir. Mas como assim? Caso você queira trazer todos os arquivos que tenha no nome de 1 a 2, como seria?

ls -l aula[0]
ls -l aula?[0-1]

[!]: O mesmo que o comando anterior, porém o ! não exibirá o caractere passado para busca.

ls -l aula?[!0- 1]

{}: Restringe a busca pelo caractere passado.

ls -l {Aula,aula}

- É importante que você pratique todos esses comandos combinando os caracteres de file globbing para obter resultados diferentes.

 

  • COMANDO: FILE

O FILE identifica o tipo do arquivo. É importante que este tenha algum conteúdo.

file aula

Pergunta: Qual mensagem apareceria caso não tenha nenhuma informação no arquivo?

 

  • COMANDO: CP

O CP copia um arquivo de diretório para diretório ou copia o conteúdo de um arquivo para um outro. Se nenhum parâmetro for informado, a cópia também será feita. Claro, há ressalvas sobre isso e na abaixo descobriram quais.

cp arquivo-novo ../Público/

PARÂMETROS:
-v: Conhecido como Verbose, esse parâmetro informa na tela tudo o que está acontecendo no momento da cópia. Sem este parâmetro o CP não exibe nenhuma informação.

cp -v arquivo-novo ../Público/

-i: Habilita uma “interatividade”. Este comando pergunta se você quer realmente copiar algo.

cp -i saída.txt ../Público/

Pergunta: O que aconteceria se os arquivos ao serem copiados forem exatamente iguais?

-R: Faz uma cópia recursiva. Como assim? Se você tiver um diretório dentro de diretório (Avô/Pai/Filho) e tentar copia-lo para um outro, dará erro. O -R faz-se necessário. O comando para criar diretório vem logo abaixo.

cp -R Avo/ Público/

Importante: Sabe o caminho ../Público que eu indiquei para mover? Pode ser que seu teste não dê certo pois a pasta teste pode não estar da forma como a minha está. Então mova para qualquer lugar para fins didáticos.

-p: Preserva as permissões do arquivo. Como assim? Bom, existem casos programas no Linux que só funciona se o usuário e grupo do de um determinado arquivo for um reconhecido por ele. Compliquei? Ok. O PostgreSQL tem um arquivo chamado postgres.conf que só funciona se o usuário e o grupo dono for o usuário postgres. Caso você tenha um segundo servidor e queira copiar este arquivo, sem o parâmetro p dará um erro. Porque? Isso acontece, pois, o CP deixará como dono o usuário e grupo daquele que o copiou. Então, se o usuário root copiou o arquivo, quando listar a permissões o dono será o usuário root. Deu vontade de aprender como alterar a permissão? Continua com sua leitura semanal e logo saberá.

cp -p teste ../

arquivo1 arquivo2: Dessa forma, o conteúdo do arquivo1 irá para o arquivo2. Imagine que você criou o arquivo2 e queria copiar tudo do arquivo1 para ele. A sintaxe deste parâmetro permite isso.

cp arquivo1 arquivo2

 

  • COMANDO: MV

O MV tem duas funções. A mais básica é mover o conteúdo de um diretório para outro. O outro é de renomear. É explícito, mas vale reforçar: Mover para outro diretório significa que tudo o que tem dentro deste também irá recursivamente para o outro, sem parâmetro.

mv teste/ ../Público/
mv nomes.txt nome.txt

Importante: Sabe o caminho ../Público que eu indiquei para mover? Pode ser que seu teste não dê certo pois a pasta teste pode não estar da forma como a minha está. Então mova para qualquer lugar para fins didáticos.

Fiquem atentos... toda semana teremos Dicas LPI! LPI DROPS - Linux em dose homeopática!!!

Por Felippi Cunegundes!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter